segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Diários de Viagem #4

Perdi-me na imensidão de azul que me invadiu. O meu azul. A confusão entre céus e mares é finalmente minha. Não a troco por nada. 
To belong.

A Grécia é toda ela de perder a cabeça. Comovi-me com paisagens, deliciei-me com o iogurte típico (que nada se assemelha ao da Danone), fiz amizade com os gatinhos do hotel, alimentei-os, tirei fotografias que para mim deixam tanto por dizer, passei horas a tentar flutuar num jacuzzi, senti-me mais que bem quando vesti o meu vestido branco, chorei com as surpresas que me fizeram. Um dos meus companheiros de viagem, fez uma curta metragem da nossa viagem. São momentos que recordo todos os dias, que me trazem aquilo que mais falta me faz. Mas contento-me com a sua existência e com a possibilidade de os manter presentes a toda a hora. Farto-me de rir, tanto tanto que chego a chorar e depois misturo um monte de sentimentos porque sei que nada volta, nada se repete e porque, principalmente, vou perder-me na distância que me separa de tudo isto.



1 comentário:

Conta-me histórias ♛