sábado, 29 de janeiro de 2011

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

And in the dark, I can hear your heartbeat
I tried to find the sound
But then it stopped, and I was in the darkness,
So darkness I became

Hoje foi assim

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Younique

Well, if you knew how much this moment means to me

And how long I've waited for your touch

And if you knew how happy you are making me

I never thought that I'd love anyone so much

Cor-de-rosa e Cetim

Delicada. És extremamente delicada quando ocupas o meu lugar de estudo, sempre que estou ausente. Aproveitas para fazer o teu embelezamento e finges-te adormecida. Só até eu te mostrar aquela fita cor-de-rosa de que tu tanto gostas. Logo te apressas a segui-la com o olhar, meigo, e lanças-te para ela para não a deixares fugir. Perdi minutos de estudo para biologia, mas ganhei coisas que mais ninguém me pode dar a não seres tu. És adorável..




segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Frio

A mim ninguém me dá nada por sair de casa de manhã para encarar o gelo que voa lá por fora. Só de imaginar a aula de Educação Física que vou ter amanhã, no exterior, fico com vontade de levar o roupão atrás de mim.
Não posso trocar o dia de amanhã por coisas como estas?


domingo, 23 de janeiro de 2011

Cá de mim

Desde sempre gostei de princesas. O meu pai costumava chamar-me princesa, até à altura em que uma gata persa, muito mais digna do nome, veio pairar cá por estas bandas. E desde pequenina que fazia colecções. Tinha o maior orgulho e a maior falta de jeito em fazer colecções de autocolantes com princesas. Ficava (e fico) radiante com as cores, os desenhos, os traços, os cabelos compridos, sejam eles loiros, ruivos ou castanhos. Os olhos cintilavam nelas e reflectiam-se em mim. Que delícia. Hoje, voltei a ser a mesma criancinha, deliciada com uma nova surpresa.


Pois que esta é a minha nova aquisição. Não resisti.

Aos amantes

"Porque é que temos animais de estimação?"



Porque são os únicos que nos sabem fazer sentir extraordinários.
E Nunca nos deixam ficar mal.

Domingo

De manhã, de braço dado com as Biologias





sábado, 22 de janeiro de 2011

Delicadeza


Tenho saudades da calma que me roubam, todos os dias mais um bocadinho. E tenho saudades da tua forma de me devolveres aquilo que mais falta me faz. Tenho saudades da maneira como me adormeceres e já não sei sentir as minhas mãos frias, sem a companhia das tuas... Vem tornar a minha noite mais quente e a minha vida mais viva.
É o meu desejo de hoje.

Amanhã e Depois

Uma vez disseram-me para tirar um curso que me fosse fazer sentir a pessoa mais realizada  do mundo. Seguir o meu sonho. Pois cá vos digo que se fosse nessa vossa conversa ia fazer a minha vida junto das letras, dos jornais, revistas e redacções, lá longe, por onde pairam as línguas inglesas, com sotaque acentuado. Não que me importe, nem que não me apeteça atirar-me de cabeça sobre uma vida assim, para me deliciar todos os dias com as únicas boas coisas que, hoje, me libertam do sufoco que são as ciências e as matemáticas. Mas talvez não seja esse o meu lugar, lá longe. Talvez esteja mesmo destinada às biologias, químicas e farmácias, tal como os mais velhos cá de casa. Talvez. Nunca sei se amanhã não vou acordar com a maior vontade de dar uma volta à minha vida e partir, na hora, para um novo começar.


quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

"Querida, Mudámos o Projecto"

Qual remodelar salas de aula que hão-de continuar a ser velhas, qual ajudar associações com as quais nunca mais trocamos qualquer tipo de contacto.



Nós, optámos por remodelar vidas